Pastéis de Nata: o melhor doce português agora no nosso Centro

Quentes ou frios, com ou sem canela, os pastéis da NATA Lisboa chegaram ao MaiaShopping e prometem deixá-lo de água na boca! Vamos confirmar?

São de Lisboa por tradição, mas há muito que deixaram de ser um exclusivo da capital. A massa folhada crocante e o delicioso recheio conquistaram Portugal e não há hoje quem não conheça os famosos pastéis de nata.

Em 2012, e com o objetivo de adoçar o mundo, nasceu a NATA Lisboa. A marca quer levar esta iguaria aos quatro cantos do planeta e dar a conhecer um pastel único que não é só um doce: é uma saborosa forma de transmitir os valores culturais e gastronómicos do nosso País.

A fórmula utilizada para os pastéis da NATA Lisboa venceu a prova cega da Escola de Hotelaria e Turismo de Lisboa. A receita respeita a excelência e a origem natural dos ingredientes e o processo de fabrico é alvo de um elevado controlo de qualidade.

Com lojas em todo o país e em cidades internacionais como Amesterdão, Viena, Berlim ou Abu Dhabi, a NATA Lisboa chega agora ao MaiaShopping para conquistar ainda mais admiradores.

Mas afinal de onde vêm os pastéis de nata?

A história dos pastéis de nata

Se pensa que a origem deste doce está nos famosos pastéis de Belém, desengane-se. Ninguém sabe ao certo onde nasceram, sendo que já foram, inclusive, encontradas referências aos pastéis no Alentejo e no Porto. Mas a primeira receita escrita que se conhece de um doce semelhante a este é a dos pastéis de leite da Infanta D. Maria e data do século XVI. Com uma massa mais quebrada, estes são considerados os “avós” dos pastéis atuais. Os pastéis, tal como os conhecemos, com a famosa massa folhada, só surgiram cerca de 100 anos mais tarde e os primeiros foram confecionados na corte espanhola em 1611.

Há também quem afirme que os pastéis surgiram no Mosteiro dos Jerónimos, onde só viveram homens, mas se aprofundarmos um pouco mais a história, essa teoria cai por terra. D. João II foi o primeiro rei a limitar o consumo do açúcar e a reservá-lo às mulheres. Já na corte de D. Manuel é emitida uma ordenação que proíbe os homens de mexer no açúcar, que se prolongou até ao reinado de D. João IV. Assim, em Portugal, a tradição doceira está associada às mulheres e pensa-se que a receita mais completa de pastéis de nata, mais próxima dos atuais, foi registada pela primeira vez em Odivelas, no caderno da abadessa D. Bernardina da Conceição.

Seja qual for o seu berço, a verdade é que hoje continuam a fazer as delícias de todos um pouco por todo o mundo. E agora estão ainda mais perto de si, no piso 2 do nosso Centro, junto ao MaiaLand, porque: Aqui há mais NATA!

Categorias
Lojas e restaurantes
Partilhar

Tudo o que precisa num único espaço